Super drone israelense vai monitorar fazendas na Dakota do Norte, nos EUA

Hermes 450, da Elbit Systems, vai fazer fotos de lavouras americanas voando em uma altitude de 2500 metros.


Muito além dos pequenos drones e alternativas profissionais que estão no mercado: Pesquisadores da Universidade Estadual da Dakota do Norte resolveram investir em um super VANT israelense para executar os trabalhos de geração de imagens e investigação com diversos sensores. O Hermes 450 custou US$700.000,00 e foi financiado metade pela Câmara de Comércio do estado e a outra parte pela própria fabricante, com o desejo de entrar no mercado agrícola e competir até mesmo com imagens de satélite.

O equipamento saiu de Tel Aviv diretamente para a mão dos técnicos americanos e já entrou em operação. O drone tem dimensões avantajadas para o normal dos drones comerciais do mercado: 10 metros de largura (envergadura) e 6 metros de comprimento. Durante o voo, pode cobrir uma área de 6 por 60 km com imagens. A autonomia é de 20 horas.

O Brasil tem modelo similar

O governo brasileiro já comprou drones da Elbit para o patrulhamento aéreo. Dois Hermes 450 e equipamentos de suporte custaram aos cofres públicos cerca de 48 milhões de reais e estão baseados em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Saiba mais sobre os drones brasileiros no site Brasil em Defesa.