O Texano Sid Miller Será o "Ministro da Agricultura" no Governo Trump

O atual secretário de agricultura do Texas é o nome mais falado para o USDA.



Sid Miller é conhecedor do meio rural e vem de uma família que tem oito gerações no campo, como nossos colegas americanos gostam de dizer. Também é empresário e já foi professor em escola agrícola. Atual secretário de agricultura do Texas, o homem coleciona uma série de polêmicas e críticas diversas da grande mídia. De todas elas, o fato de ter xingado a concorrente Hillary via Twitter, em um post sobre pesquisas eleitorais, elevou o secretário ao nível do seu colega, o presidente eleito Donald Trump. O "xingamento" não tem uma tradução apropriada.

Miller foi um aliado de primeira hora de Trump, além de trabalhar na campanha como conselheiro para assuntos agrícolas. Já disse que aceita o cargo se for convidado e prometeu, entre outras coisas, um comércio aberto com Cuba e a revisão de algumas regulamentações ambientais que prejudicam os produtores americanos.

De certa forma, o trabalho de Sid Miller já cruzou com os interesses do Brasil. A Secretaria de Agricultura do Texas foi líder nas negociações que garantiram a a abertura do comércio de carne com os EUA. Os primeiros embarques aconteceram recentemente.

Outros nomes divulgados na mídia americana para a vaga no USDA: Sam Brownback (governador do Kansas), Dave Heineman (ex-governador do Nebraska), Sonny Perdue (ex-governador da Georgia), Rick Perry (ex-governador do Texas e também muito cotado), Charles Herbster (empresário do ramo agrícola) e Mike McCloskey, dono de laticínios.

As denominações "Ministério" e "Secretaria" adotadas neste texto são apenas analogia com a nossa estrutura na política agrícola.