A história dos tratores Massey Ferguson que foram para a Antártida

Em 1958, uma frota de tratores Massey foi pioneira em uma missão para a Antártida. Em 2014, mandaram um MF5600 para comemorar o feito.



Em 1958, uma expedição denominada The Commonwealth Trans-Antarctic Expedition 1955-58 desbravou a Antártida "de ponta a ponta", comandada pelo explorador inglês Sir Vivian Fuchs. Além da aventura, uma farta coleta de dados sobre o continente gelado e o Pólo Sul.

Uma equipe com técnicos da Inglaterra, Nova Zelândia, Austrália e África do Sul atravessou a Antártida do Mar de Weddel até o Mar de Ross. A turma da Nova Zelândia ia na frente, com uma frota de 5 tratores Massey Ferguson TE-20, adaptados com esteiras em conjunto com as rodas e uma "pintura especial". Originalmente cinzas, os tratores foram pintados de vermelho para aparecerem em meio à neve.



Os tratores do time de Hillary levavam suprimentos diversos e abriam caminho para os demais. Os tratores da marca foram escolhidos justamente pelo bom desempenho obtido em 1954, quando um TE20s trabalhou no continente durante 565 horas sem qualquer defeito, levando cargas dos navios para os acampamentos, em uma temperatura de -10ºC.




Ao todo, a missão fez 2000 km e foi reconhecida como a primeira frota de veículos a chegar no Pólo Sul.

Em 2014, uma homenagem




50 anos depois, o encontro inusitado entre uma atriz de teatro com o sonho de chegar "até o fim do mundo com um trator" e a Massey, proporcionou uma nova aventura. Se em 1958 os tratores foram até a Antártida pela ciência, agora iriam pelo marketing e pela celebração do feito original.

Manon Ossevoort, a atriz conhecida como "A garota do Trator" já tinha usado um Deutz-Fahr em suas performances, viajando com o verdinho por diversos países do mundo. Para chegar no Pólo Sul, precisou de ajuda e aí entrou a Massey Ferguson.



Para a missão, a empresa forneceu juntamente com parceiros, suporte e logística. O trator escolhido foi um MF5600 com adaptações nos pneus, sistemas elétricos (incluindo uma bateria sem líquidos pois as normais são proibidas por questões ambientais por lá), cabine "polar" em policarbonato para suportar o frio de -23ºC, sistema de entrada de ar diferenciado para evitar a formação de gelo e um óleo especial desenvolvido pela Castrol.






A missão "Antártica 2" começou em 15 de setembro e chegou ao Pólo Sul em 9 de dezembro de 2014, percorrendo 4600 km.



Para saber mais sobre a missão, visite o site (em inglês) em http://www.antarcticatwo.com/.